o WikiLeaks revelou, em 2011, que haviam, à época, vinte e duas crianças presas em Guantánamo. meses atrás, resolvi pesquisar suas vidas, dores, presentes, passados e futuros.